XV Congresso Catarinense de Cardiologia

Divisor de Título

SysCardio: Um banco de dados para Fibrilação Atrial

Introdução: A área médica é uma ampla fonte produtora de dados que podem ser utilizados em pesquisas científicas para o aprimoramento de procedimentos e gerar novas descobertas objetivando melhorar o tratamento de doenças. Um primeiro desafio que se apresenta em relação ao uso destas informações, é a heterogeneidade de meios nos quais estão registradas como, por exemplo, formulários, planilhas e outros documentos, sendo necessário o emprego de uma ferramenta centralizadora que facilite o registro e acesso a estes dados. Em vista disso, o objetivo do presente trabalho é apresentar o banco de dados online SysCardio, especificamente desenvolvido para consolidar as informações dos pacientes com Fibrilação Atrial (FA) submetidos a ablação por cateter. Método: Apresentação do banco de dados online SysCardio por meio da descrição de suas características gerais e funcionalidades. Resultados: O SysCardio vem sendo alimentado desde 2016 com informações dos pacientes submetidos a ablação de FA. Foram catalogados 500 procedimentos já realizados. A organização dos dados clínicos e do procedimento em um único meio facilita o acompanhamento destes pacientes. Neste banco de dados, ao final de cada entrada de dados é possível gerar uma timeline que permite visualizar desde os dados clínicos iniciais, como também o número de vezes em que o paciente realizou a ablação de FA até o acompanhamento clínico destes pacientes após o procedimento. O banco de dados foi concebido em sistema de nuvem podendo ser acessado através de Internet a partir de computadores, telefones celulares ou tablets. A entrada dos dados é rápida e eficiente. Conclusão: Com a implantação do SysCardio tornou-se possível compilar as informações de todos os casos de ablação de FA em um único meio, permitindo que estás informações sejam organizadas e recuperadas de forma mais rápida. Além disso, haja vista à diversidade de informações que podem ser inseridas e exportadas, a análise destes dados se torna mais efetiva e rica, devido as diferentes correlações que podem ser realizadas.

Autores: MARTA DENISCZWICZ, Gabriel Odozynski, Eduardo Koerich, André d´Avila